• 4 de August de 2021

Rui alfineta Neto: ‘não sinalizo para vários candidatos a possibilidade de apoio’

 Rui alfineta Neto: ‘não sinalizo para vários candidatos a possibilidade de apoio’

O governador Rui Costa (PT) afirmou nesta segunda-feira, 19, que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), “está pescando em área que não tem peixe”.

O governador tucano, nome do PSDB que poderá concorrer à Presidência da República nas eleições de 2022, desembarcou em Salvador na última sexta, 16, para encontros com lideranças políticas no estado, entre elas, o presidente nacional do DEM e ex-prefeito da capital baiana, ACM Neto.

“Eduardo Leite é um jovem talentoso. Ele só está pescando em área que não tem peixe, não é? Porque, o Ciro, coitado, vive sonhando também ter o apoio daqui. É aquela velha história: eu não sei quem de fato vai ter, ele está com todo a boa vontade, mas está se enganando. Ele não terá aqui o apoio que ele espera ter assim, como o Ciro vive ansioso também querendo ter o apoio aqui”, alfinetou o governador.

O primeiro encontro do governador do Rio Grande do Sul na capital baiana foi com ACM Neto. Em suas redes sociais, o líder demista e pré-candidato ao governo da Bahia afirmou estar “esperançoso no futuro” e “com diálogo, podemos construir um caminho para o nosso país”.

“A minha posição é clara. Não sinalizo para vários candidatos a possibilidade de apoio. Nós temos que salvar o Brasil e estarei alinhado com quem realizou o melhor governo da história recente. Estarei ao lado caminhando com esse projeto para construir e salvar o Brasil dessa tragédia que a gente vive”, cutucou Rui.

O encontro de Eduardo Leite com ACM Neto gerou reações na ala do PDT que apoia a candidatura do ex-gestor soteropolitano ao Palácio de Ondina. O presidente do partido, o deputado federal Félix Mendonça Jr., afirmou em suas redes sociais, na noite deste domingo, 18, que “se o PDT puder ter candidato a governador, terá”. Em junho, a Executiva do PDT na Bahia se reuniu e reafirmou que a prioridade “número zero” é eleger Ciro Gomes presidente da República em 2022, e a escolha do palanque na Bahia “seguirá o que for melhor para fortalecer Ciro Gomes”.

“A posição do PDT da Bahia é clara: somos independentes e queremos ajudar a construir um projeto de desenvolvimento para a Bahia e para o Brasil. Não somos subordinados a ninguém e estaremos sempre ao lado de quem tiver compromisso com os ideais do partido e de Ciro Gomes”, escreveu Mendonça Jr..

Redação