• 23 de May de 2024


Internautas repercutem climão entre mãe de Endrick e namorada do jogador, sobre planos de casamento

 Internautas repercutem climão entre mãe de Endrick e namorada do jogador, sobre planos de casamento

A ida da namorada de Endrick para a Espanha está sendo um assunto um tanto quanto delicado na família do jogador. Internautas começaram a repercutir uma entrevista do atleta, Gabriely Miranda e a mãe dele, Cintia Ramos, e apontar um verdadeiro climão entre as duas, que participaram do programa “Conversa com Bial” na última segunda-feira, quando questionadas sobre a possibilidade da modelo ir morar com o atacante.

Na entrevista, Bial pergunta se a modelo está curtindo a ideia de morar em Madrid. “Será? É uma incógnita ainda”, respondeu a loira. A mãe de Endrick então toma a palavra e diz que a única certeza é que seu filho vai brilhar, e que os dois são muito novos para casar.

“Os dois são muito novos para casar, ainda tem muita coisa pela frente. A única coisa que temos certeza é que ele vai lá e vai brilhar com os meninos no Real Madrid. Foi pra isso que eu e meu marido passamos para estarmos aqui. É um sonho realizado”, disse Cintia, enquanto Gabrielly abaixa a cabeça.

Tanto os pais quanto a equipe do atleta estão em alerta vermelho em relação à carreira e vida pessoal de Endrick. Embora a modelo desconverse quando o assunto é um futuro longe do Brasil para acompanhar o namorado, o jogador dá como certa a ida da namorada para a Espanha em julho, quando ele se apresenta ao Real Madrid e faz 18 anos.

O relacionamento virou uma questão para a equipe do jogador no Brasil e na Europa, inclusive nos corredores do poderoso time espanhol. Apesar de os pais de Endrick adorarem a nora, foram aconselhados para, digamos, persuadir o filho a ir com calma.

Segundo fontes, a maior preocupação é que o relacionamento do jogador tire o foco “do que importa”, o desempenho num dos maiores times do mundo. Cogita-se, inclusive, a ideia de que um amigo mais íntimo, estilo “parça” fique morando com Endrick na capital espanhola em seu primeiro ano de contrato, para que ele se adapte e tenha foco total no futebol.

O receio das equipes é que aconteça com o casal o que já ocorreu com outros tantos que saíram juntos do Brasil para começar uma vida longe, no frio europeu, sem uma rede de apoio. “Isso já aconteceu com vários jogadores brasileiros. Chegam num país estranho, com suas namoradas ou mulheres, e muitas vezes o relacionamento passa por problemas de adaptação, o que reflete em campo”, opina uma das fontes.

Com informações do EXTRA

Laís Andrade