• 19 de April de 2024


Caso Hyara Flor: pai de suspeito diz que tiro que matou menina foi disparado acidentalmente pelo irmão do adolescente

 Caso Hyara Flor: pai de suspeito diz que tiro que matou menina foi disparado acidentalmente pelo irmão do adolescente

O pai do marido de Hyara Flor, principal suspeito de matar a adolescente de 14 anos em Guaratinga, no extremo sul da Bahia, apreendido por 45 dias na quarta-feira (26), gravou um vídeo em que alegou que o tiro foi disparado acidentalmente por outro filho dele, irmão do esposo da vítima.

“Ele não tem nada a ver com esse caso, não, gente. A perícia tem que mostrar a verdade para a Polícia Federal. O fato que aconteceu foi JD (iniciais do nome do adolescente), que é meu filho e cunhado de Hyara, brincando com a arma e teve um disparo acidental”, disse Amorim.

O pai do suspeito afirmou ainda amar Hyara Flor e contou que acredita que a versão apresentada por ele será provada.

“Eu amo a minha nora Hyara, era como se fosse minha filha. Estão jogando para o lado errado, pessoal, vocês têm que ouvir minha versão e a Justiça vai mostrar a verdade para vocês”.

O adolescente suspeito do crime foi encontrado em Vila Velha, no Espírito Santo, e por também ter menos de 18 anos, e levado para a Delegacia Especializada do Adolescente em Conflito com a Lei.

Conforme foi informado pela polícia, ele é suspeito de cometer um ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado (feminicídio). A adolescente da comunidade cigana foi baleada no dia 6 de julho, dentro da própria casa.

A família da vítima acredita que o crime foi um ato de vingança, mas a informação não foi confirmada pela polícia de Guaratinga, que investiga o caso.

Logo após o crime, o marido e os familiares dele fugiram da cidade. A polícia rastreou o veículo e descobriu que o grupo evitou rodovias movimentadas e seguiu por pequenas cidades da Bahia e do Espírito Santo, até Vitória. Na capital capixaba, tentaram ficar na casa de parentes.

Desde então, a polícia tentava localizar o suspeito e a família dele. Na quarta, o delegado responsável pelo caso, Robson Andrade, confirmou que ele havia sido apreendido. Posteriormente, a Polícia Federal do Espírito Santo enviou uma nota, comunicando a apreensão do garoto.

O pai da adolescente, Hiago Alves, comemorou a apreensão do suspeito com um vídeo publicado nas redes sociais.

As informações são do G1

Joe Improta