• 23 de May de 2024


Turismo de Camaçari tem potencial de gerar mais emprego do que o Polo Industrial, diz secretário Maurício Bacelar

 Turismo de Camaçari tem potencial de gerar mais emprego do que o Polo Industrial, diz secretário Maurício Bacelar

Durante o ato em que o Governo do Estado autorizou obras de infraestrutura e cursos de qualificação profissional, na sede do Comitê de Fomento Industrial (Cofic), em Camaçari, nesta quarta-feira (24), o secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacelar, destacou o potencial do município para atividades turísticas. São 42 quilômetros de orla marítima, quatro rios navegáveis e patrimônio histórico que inclui a Paróquia do Divino Espírito Santo, em Vila de Abrantes, uma das primeiras construções dos jesuítas no Brasil, e a Aldeia Hippie de Arembepe.

“Todo esse potencial pode se transformar numa grande onda de geração de emprego e renda para a população de Camaçari, em proporções muito maiores do que o desenvolvimento que o Polo Petroquímico já gerou para a cidade”, comparou o secretário.

Bacelar falou, também, sobre as ações de sua pasta desenvolvidas no município, como o projeto Agô Bahia, de valorização das religiões de matriz africana, e intervenções, em parceria com o Ministério do Turismo, que vão qualificar o acesso à praia de Arembepe, localidade que irá ganhar um posto do Serviço de Atendimento ao Turista (SAT). Está em andamento, a instalação da sinalização turística da orla, entre Busca Vida e Itacimirim.

O secretário ainda citou o trabalho de promoção do destino Camaçari, em feiras nacionais e internacionais de turismo, e os investimentos privados na região, como a ampliação do resort Vila Galé e abertura de um hotel da rede Meliá, em Guarajuba. “A atividade turística é transversal. Para ela se desenvolver, é preciso que os governos federal, estadual e municipal, os empresários e as organizações sociais caminhem na mesma direção. Camaçari precisa ir no mesmo caminho”, finalizou.

Joe Improta