• 15 de June de 2024


Passar vergonha virou a rotina da gestão de Elinaldo? Semáforos estão sem manutenção há 1 mês a espera de novos

 Passar vergonha virou a rotina da gestão de Elinaldo? Semáforos estão sem manutenção há 1 mês a espera de novos

Conteúdo de Opinião – Coluna Quebra-queixo
Escrito por: Joe Improta

O que é Camaçari, uma cidade ou a casa de ninguém? Ninguém da gestão mora. Ninguém da gestão organiza. Ninguém da gestão se importa. Será que é por isso que ninguém administra? A palavra absurdo, parece ser incapaz de definir o que faz a gestão pública de Camaçari, comandada por Antônio Elinaldo.

Em meio a tantos erros durante os 7 anos de governo – que comprometeram e rotularam a sua administração de nem-nem (nem resolve e nem se importa) – a pouco tempo das eleições, o que geralmente mobiliza drasticamente o trabalho de uma gestão ruim, os semáforos das principais vias do município encontram-se sem o seu devido funcionamento há mais de um mês. Motivo? A gestão está esperando para comprar novas sinaleiras e acha que não compensa, neste período, dar manutenção e colocar para funcionar as que já existem.

Pode parecer inacreditável, mas é o que é. Será que o gestor acredita que o trânsito de uma cidade importante e populosa como Camaçari, com grande fluxo de veículos que percorrem as ruas, não necessita de organização?
Qual a cidade do mundo que o trânsito fica totalmente nas mãos de cada condutor, cada um por si?

Sabe o que isso significa? Que o seu, o meu transtorno, não mobiliza “NINGUÉM”!
Como se sustenta o discurso que a Zona Azul é necessária e que o município tem porte para isso, se nem mesmo o funcionamento das sinaleiras – que é algo fundamental – não é considerado importante?

Não é possível que existam secretários e vereadores na cidade, que frequentam a cozinha de Elinaldo, e que não se incomode com isso, ou pelo menos lhe dê um alerta. Também pode ser que o cafezinho é bom demais e o papo lá deve ser outro.

Joe Improta