• 30 de June de 2022


Ford fecha fábricas no Brasil e investe R$ 5,6 bilhões na África para fazer Ranger

 Ford fecha fábricas no Brasil e investe R$ 5,6 bilhões na África para fazer Ranger

Depois de anunciar o fim de suas fábricas no Brasil recentemente, a Ford informou que irá fazer um investimento bilionário na África do Sul. Enquanto os investimentos no Brasil secaram e levaram ao fechamento de três fábricas, São Bernardo do Campo e Taubaté em SP e Camaçari (BA), o país africano terá uma injeção de US$ 1,05 bilhão (cerca de R$ 5,6 bilhões na cotação atual) da montadora norte-americana. Com isso, a marca visa aumentar sua produção anual de 168 mil para 200 mil veículos no local.

Este investimento será feito em duas etapas, com US$ 683 milhões (R$ 3,6 bi) para atualizações de tecnologia e novas instalações em sua fábrica em Silverton e mais US$ 365 milhões (R$ 1,9 bi) para atualizar as ferramentas em suas principais fábricas de fornecedores em todo o país.

Com isso, a Ford crê que irá gerar 1.200 novos empregos devido à maior capacidade de produção, e mais 10 mil vagas em sua rede de fornecedores. “É o maior investimento nos 97 anos de história da Ford na África do Sul e um dos maiores já feitos na indústria automotiva local”, disse Andrea Cavallaro, diretor de operações internacionais da Ford, que acrescentou que a Ford quer tornar sua fábrica de Silverton totalmente autossuficiente em energia e neutra em emissão de carbono até 2024.

A parceria com a VW vai dar origem a segunda geração da Amarok usando a base da Ford Ranger e, por isso, a produção da picape alemã para todo o mundo será focada na planta sul-africana. Tanto Ranger quanto Amarok tinham na Argentina um dos polos de produção; por enquanto só a Ranger está confirmada com produção na Argentina.

Com informações do UOL

Joe Improta