• 21 de April de 2021

Ford fecha acordo para demitir trabalhadores da fábrica de Taubaté

 Ford fecha acordo para demitir trabalhadores da fábrica de Taubaté

Mais um capítulo triste foi escrito na história da Ford no Brasil. Depois de retirar de seu catálogo a família Ka e o SUV EcoSport, a montadora conseguiu enfim convencer os trabalhadores da fábrica de Taubaté (SP) a aprovarem um PDI (Plano de Demissão Incentivada.

A indenização foi acertada após 25 reuniões entre a empresa e o Sindmetau (sindicato dos metalúrgicos local) com a Ford, incluindo uma com executivos da matriz da empresa, nos EUA. Pelo acordo, além das verbas rescisórias previstas em lei, a empresa pagará dois salários adicionais por ano trabalhado a funcionários horistas demitidos, sendo um salário adicional por ano trabalhado aos mensalistas.

A votação aconteceu na última terça-feira (6) na fábrica e teve 630 votos contabilizados (78,75% dos 800 funcionários ainda ativos), segundo o sindicato. Foram 336 votos (55,33%) a favor da proposta, 291 (46,21%) contra, dois brancos (0,31%) e um nulo (0,15%).

O acordo ainda prevê a criação de um programa de qualificação para ajudar os funcionários na recolocação no mercado de trabalho. Embora já tenha sido aprovado, não há previsão de quando os colaboradores serão efetivamente demitidos e receberão a indenização.

Vale lembrar que o acordo é válido só para Taubaté (SP). Em Camaçari (BA) as negociações ainda não chegaram ao fim e estão mais complicadas.

Segundo o sindicato, a Ford busca anular judicialmente os acordos já firmados, que tiveram mediação do Tribunal Regional do Trabalho da 5° Região (TRT-5) e do Ministério Público do Trabalho (MPT).

Redação