• 1 de March de 2024


Exército pune 38 militares por furto de metralhadoras em Barueri

 Exército pune 38 militares por furto de metralhadoras em Barueri

O Exército decidiu punir administrativamente 38 militares pelo furto de metralhadoras do Arsenal de Guerra na cidade de Barueri, na Grande São Paulo. Foram furtadas 21 armas.

As sanções variam de prisão disciplinar de um a 20 dias, a depender da patente e do grau de envolvimento.

As sanções começaram a ser aplicadas no começo de novembro, cerca de um mês após a descoberta do furto das armas.

A Justiça Militar da União autorizou “em caráter excepcional” a prorrogação do prazo do Inquérito Policial Militar (IPM) aberto pelo Exército para apurar e apontar as responsabilidades criminais.

A expectativa era que a investigação fosse concluída ainda em dezembro, mas o prazo foi estendido até dia 17 de janeiro pela quantidade de provas que ainda não foram analisadas.

Laís Andrade