• 15 de July de 2024

BYD envia primeira turma de brasileiros da fábrica de Camaçari para intercâmbio na China

 BYD envia primeira turma de brasileiros da fábrica de Camaçari para intercâmbio na China

A BYD começa a promover a troca de experiências entre brasileiros que trabalham na fábrica de Camaçari, na Bahia, com os colegas que trabalham na sede da greentech em Shenzhen, na China. A equipe é formada por especialistas, engenheiros e líderes das áreas de qualidade, processos, planejamento, logística e armazenamento.

Serão três meses de intercâmbio na China para os profissionais conhecerem o funcionamento de toda a cadeia de produção de automóveis que é desenvolvida pela matriz da BYD. Os participantes irão interagir com engenheiros e profissionais técnicos que cuidam dos projetos e da linha de produção dos carros elétricos da companhia, que é líder mundial em vendas.

“Os treinamentos vão possibilitar a troca de conhecimento entre equipes e processos. Vamos construir aqui na Bahia o que há de mais moderno em tecnologia automotiva, tendo a nossa matriz na China como espelho. Temos hoje colaboradores chineses aprendendo aqui com a gente e agora chegou a vez dos brasileiros irem pra China conhecer a fundo como os projetos nascem e são desenvolvidos por lá. Vamos transformar a Bahia num hub de exportação e temos muito trabalho pela frente”, afirma Alexandre Barbosa, diretor técnico da BYD Auto Camaçari.

A equipe com 14 profissionais é formada por 12 baianos, um piauiense e um paulista. Todos foram contratados no começo do ano para a unidade BYD Auto Camaçari, onde está sendo construída a maior fábrica da BYD fora da Ásia. Entre eles, uma mulher, a engenheira de Qualidade Sheina Tura, que nasceu em Irecê, no centro-norte baiano. A profissional tem uma larga experiência em processos de qualidade de fabricação de automóveis e, na BYD Auto Camaçari, será uma das responsáveis pela análise de diagnóstico das peças que compõem o carro para prevenir problemas ou gerar ações corretivas, quando necessárias. Durante o treinamento em Shenzhen, a engenheira vai conhecer os detalhes das peças e equipamentos e a origem de toda a produção.

“Conhecer o produto BYD num alto nível de detalhe vai ajudar a entender o processo e chegar na raiz de um possível problema, antes mesmo que ele aconteça”, diz Sheina. Um grande conhecimento que ela vai trazer da fábrica de carros elétricos mais moderna do mundo e que será replicado para a equipe na Bahia. A única apreensão é com o marido e a gatinha Princesa que vão ficar em Salvador sozinhos até setembro. “Dá mesmo um frio na barriga, mas é uma grande oportunidade para nós que estamos fazendo parte desse momento de implantação”, ressalta Sheina.

Joe Improta