• 15 de June de 2024


Requalificação da Cidade do Saber custará mais de R$ 11 milhões e deverá ser concluída próximo as eleições de 2024

 Requalificação da Cidade do Saber custará mais de R$ 11 milhões e deverá ser concluída próximo as eleições de 2024

Foto: Jornal Camaçari

A requalificação da Cidade do Saber, que custará mais de R$ 11 milhões aos cofres municipais, já tem previsão de início. De acordo com a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), será neste mês de novembro.

Assim como todas as obras realizadas pelo governo de Elinaldo, a questão mais difícil de ser cravada sempre são as datas de conclusão das obras – geralmente tudo ultrapassa os três anos, nem que seja somente para pintar meio-fio. Porém, esta, com toda certeza, deverá ocorrer dentro do prazo, que será até as eleições municipais de 2024.

O equipamento que já foi referência na Bahia, passa por maus-bocados. Até uma simples pintura na parte externa já diminuiria a expressiva falta de zelo. Talvez, por ser uma obra que marcou a gestão do então ex-prefeito, Luiz Caetano, o interesse em dar manutenção de um bem que pertence aos camaçarienses, pareça tão distante da disposição de Elinaldo.

Agora com a disputa eleitoral se aproximando, a corrida para entregar obras públicas está a todo vapor – faz até lembrar os dois anos de Helder Almeida (2002 a 2004), que tentou dar um banho de água de colônia em toda a cidade próximo das eleições. Na ocasião, perdeu a disputa, e a gestão continuou marcada pelo mau-cheiro, exalado pelas maldades realizadas contra a população.

Sobre a Cidade do Saber:
Em uma área total construída de 10.534,33 metros quadrados (m²), o complexo reúne dois prédios, com 28 salas para atividades educativas, funcionamento administrativo da Secult, teatro, ginásio poliesportivo, piscina semiolímpica, guaritas, e espaço de visitação, como museus, memorial e espaço infantil

Coluna quebra-queixo
Conteúdo de opinião
Escrito por: Joe Improta

Joe Improta