• 17 de April de 2024


Proposta de cobrança de estacionamento no Centro de Camaçari é aprovada na Câmara; veja como votaram os vereadores

 Proposta  de cobrança de estacionamento no Centro de Camaçari  é aprovada na Câmara; veja como votaram os vereadores

Uma proposta para que seja implantando o sistema de zona azul, modelo que realiza cobrança do condutor para ordenar vagas de estacionamento, gerou grande debate durante a 3ª Sessão Ordinária da Câmara de Camaçari, realizada na manhã desta terça-feira (10/08). A Indicação Nº 720/2021 foi apresentada pelo vereador Herbinho (PSL).

Segundo o autor da matéria, o objetivo é promover o ordenamento do trânsito e melhorar os problemas de deslocamento no centro da cidade. “Precisamos solucionar esse gargalo que é a questão do estacionamento na nossa cidade. Essa é uma demanda tanto dos nossos comerciantes como dos cidadãos que utilizam e frequentam o comércio local. São inúmeros os relatos de pessoas que deixam de ir ao centro da cidade para fazer suas compras por conta da dificuldade em encontrar locais para estacionar. A zona azul garantirá o ordenamento e a cobrança com preço justo para todos, além de permitir que o comércio se desenvolva e a economia se fortaleça”, argumentou.

O vereador Dentinho do Sindicato (PT) se colocou contrário à proposta. “Entendo que esse não é o momento para efetivar uma ação que vai gerar custos para a população. Estamos em um cenário de pandemia, com a economia comprometida e com número grande de desempregados na nossa cidade. Não é o momento para pensarmos em criar mais um custo para nossa população”, argumentou.

O Vereador Tagner Cerqueira (PT), também foi contrário a proposta. “Entendo que o momento que estamos vivendo, o momento da economia, o fechamento da Ford, a gente não pode neste exato momento que vive a conjuntura de Camaçari, criar e entregar a uma empresa privada o estacionamento da cidade. Como alternativa, lhe sugerir que o senhor (Herbinho PSL), fizesse uma indicação para construção do estacionamento público de Camaçari”.

Após intenso debate, a proposta foi colocada em votação e recebeu 12 votos a favor e 03 votos contra. Com a aprovação pela maioria dos presentes, a matéria será encaminhada para ser sancionada pelo prefeito Elinaldo.

Veja como votaram os vereadores:

A favor:
Herbinho (PSL)
Jamessom (PSL)
Flávio Matos (DEM)
Deni de Isqueiro (DEM)
Fafá de Senhorinho (DEM)
Manoel Filho (PDT)
Niltinho (PSDB)
Jamelão (Cidadania)
Dr Samuka (Cidadania)
Ivandel Pires (Cidadania)
Bispo Jair ( Republicanos)
Val Estilos (Republicanos)

Contra
Tagner Cerqueira (PT)
Dentinho do Sindicato (PT)
Vavau (PSB)

Joe Improta