• 18 de May de 2024


Maternidade de Camaçari completa um ano de atividades com protagonismo feminino

 Maternidade de Camaçari completa um ano de atividades com protagonismo feminino

Com uma diretoria formada somente por mulheres, a Maternidade Regional de Camaçari (MRC) está completando nesta terça(24/10), seu primeiro ano de fundação. A unidade realizou neste período mais de 4 mil partos e adota como fundamento da sua prática hospitalar a humanização do parto, que tem dentre seus pilares o fomento ao protagonismo da parturiente durante o processo de internação.
O significado neste um ano, é que a MRC tem prestado, no processo de assistência humanizada, acolhimento às gestantes e suas famílias, respeito às suas necessidades, bem como executado procedimentos que têm por base evidências científicas.

Neste primeiro ano de vida, a Maternidade Regional de Camaçari comemora importantes registros. Além dos 4 mil partos, foram realizados 13 mil atendimentos de urgência e emergência. Houve ainda registro de100% de mulheres e bebês com acompanhantes e de testes da triagem neonatal, além de vacinação em 100% dos bebês elegíveis.
Gestão colegiada

Apartir da concepção do partohumanizado é oferecido a cada parturiente um plano individual de parto, por meio do qual são ofertados métodos não farmacológicos para o alívio da dor. Nesse estágio, a gestante recebe massagens durante o trabalho de parto, além de ter acesso a água quente, seja no chuveiro ou na banheira, visando a um parto mais tranquilo.

“Além desses procedimentos, promovemos, ainda, como práticas de atenção também aos bebês, contato imediato pele a pele com a mãe após o nascimento. A amamentação na primeira hora de vida também é um dos pilares do processo de atendimento humanizado ”, revela a diretora geral, Aline Costa.

Joe Improta