• 15 de July de 2024

Larissa Manoela rompe com os pais e abre mão de R$ 18 milhões

 Larissa Manoela rompe com os pais e abre mão de R$ 18 milhões

Larissa Manoela tem 22 anos, 18 anos de carreira e está abrindo mão de todo o patrimônio que acumulou por causa de uma briga com o pai e a mãe.

A atriz e cantora fala pela primeira vez sobre o rompimento com os pais, que administraram todo o caminho profissional dela até aqui. Larissa contou à repórter Renata Capucci que está pronta pra recomeçar.

As divergências entre Larissa Manoela e os pais Silvana e Gilberto não começaram neste ano.

“Começaram as divergências] a partir do momento em que eu fiz 18 anos e que eu entendi que era o mínimo saber um pouco do meu negócio, do que eu estava provendo durante todos esses anos”, relata.

A atriz diz que se vê obrigada a dar explicações sobre a sua intimidade: “Tava insuportável pra mim ouvir tantas mentiras. Tanta deturpação. Tanta distorção das histórias.”

Segundo Larissa, os conflitos nada têm a ver com o noivo, o também ator André Luiz Frambach.

“Hoje ele é a minha escolha. É o meu parceiro de vida, meu noivo. A gente deseja construir esse futuro. Mas toda essa situação se deu antes de ele entrar na minha vida”, destaca.

A mesada
Larissa Manoela começou a ganhar dinheiro muito cedo, trabalhando como modelo. Ela diz que, mesmo depois da maioridade, não sabia quanto ganhava, quantos bens tinha, e começou a questionar os pais. No último ano, passou a ser mais incisiva nessa busca por informações.

“Eu só queria entender o negócio. Como estava a questão financeira, que nunca me era apresentada? Que eu não sabia o que eu recebia, o que tava sendo pago”, conta.
Em uma conversa gravada por Larissa no fim do ano passado, a mãe reclama dessas cobranças. “Quer me chamar de mercenária, pode chamar. Mas o que eu não vou abrir mão de um centavo é cuidar do seu dinheiro. O resto, você pode fazer aquilo que você quer”, diz a mãe no áudio.

A atriz diz que recebia uma mesada.

“Qualquer tipo de pagamento, fosse uma passagem aérea, a compra de algo mais supérfluo, eu tinha que pedir autorização”, revela.

Larissa apresentou ao Fantástico uma troca de mensagens com a mãe, em outubro de 2022, pouco depois do fim da novela Além da Ilusão, em que tinha sido protagonista. A atriz pede R$ 10 para pagar um milho na praia. Silvana responde dizendo que não há saldo na conta da filha e manda o dinheiro para o pix do vendedor.

Um mês depois, Larissa pede dinheiro ao pai em um áudio. “Pai, você consegue fazer uma transferência pra minha conta pra eu pagar um milho, um sorvete, um mate aqui na praia, por favor?”

As empresas
Larissa Manoela buscou um escritório de advocacia e pediu ao contador os contratos sociais das três empresas das quais era sócia.

A primeira, Dalari, foi aberta pelos pais quando ela tinha 13 anos, em outubro de 2014, pra gerir a carreira da filha: todos os contratos, os pagamentos. A empresa também concentra a maior parte do patrimônio adquirido ao longo da vida profissional da atriz.

Em outra gravação feita por Larissa, no fim do ano passado, o pai e a mãe afirmam que os três tinham cotas iguais, de 33%, nesta empresa. Mas na verdade, não era bem assim – Larissa diz que descobriu que a porcentagem que ela tinha era de 2% da cota e, os pais, 98%.

A segunda empresa foi aberta em junho de 2020, quando ela tinha 19 anos. Desta vez, a empresa pertencia só a Larissa. Mas uma cláusula dizia que os pais tinham plenos poderes para tomar decisões sem prévia autorização da filha.

“Eu era a única sócia, mas eles eram 100% administradores dessa empresa. Então, por isso que eu era só comunicada. Eles podiam decidir, assinar e se comprometer por mim”, relata.

A terceira empresa é uma holding dividida em três partes iguais, criada em maio do ano passado para reunir todo o patrimônio que estava na primeira empresa – o que nunca aconteceu, segundo Larissa.
Mudança nos negócios

Outro áudio gravado por Larissa no começo deste ano mostra que a relação foi se fragilizando.

“Porque eu vou ser bem sincera pra você , Larissa. Eu nunca quis nada teu. Nada. Eu vou te falar uma coisa. Pra você, eu só vou ser título de mãe. Quando falar mãe pra você, você só vai ter o título de mãe. E é isso. Licença”, diz a mãe no áudio.

Em março, Larissa e os pais se reuniram na presença de advogados para tentar uma redistribuição na sociedade das empresas. Os pais concordaram com a divisão meio a meio da empresa mas, segundo Larissa, desde que ganhassem 6% da renda da filha pelos próximos 10 anos.

Sem acordo, sem respostas, o rompimento foi inevitável.

“E eu cheguei a falar isso pro meu pai. Eu falei: ‘eu prefiro perder o empresário do que perder o meu pai’. Eu a todo instante tentei fazer com que essa conversa, esse assunto, ele fosse desdobrado de uma maneira simples”, desabafa.

Larissa tirou os pais da administração da sua empresa individual. E começou a renegociar os contratos atrelados à Dalari, aquela empresa em que só tinha 2%, para concentrar todos os rendimentos em uma única firma. Com essa firma que Larissa vai gerir a carreira.

Decisão de entregar para os pais o seu patrimônio
Larissa conta que decidiu abrir mão de um patrimônio estimado em R$ 18 milhões e que deixou tudo para os pais. Eles até agora não assinaram o distrato das sociedades nas duas empresas. A atriz teve que notificá-los extrajucialmente.

“A minha decisão de abrir mão de todo o meu negócio é porque eu tenho a plena certeza de que o meu caminho, ele vai me trazer grandes conquistas. Eu tenho só 22 anos. Eu tenho a plena consciência de que essa minha escolha é pra dar o conforto necessário para os meus pais”, pondera.

Larissa também fala sobre a relação com os pais.

“Esse momento em que eu me encontro hoje é o mais difícil da minha vida. Sabendo que essa ferida, ela tá cicatrizando. E que os meus pais jamais vão deixar de ser os meus pais. Jamais vou deixar de amá-los”, desabafa.

O que dizem os pais?
Em nota, a defesa de Gilberto e Silvana Elias dos Santos, pais da atriz, afirma que Larissa Manoela falta com a verdade quando diz que não sabia qual era o percentual dela na empresa Dalari, já que assinou uma alteração contratual em janeiro de 2020 na qual constava clara e expressamente o percentual de 2%. Segundo o advogado, também não é verdade que Larissa não tinha acesso a dinheiro no dia a dia, porque ela sempre teve e utilizou seus cartões de crédito com os quais sempre pôde comprar tudo que desejou.

De acordo ainda com a nota, a atriz distorce a realidade quando diz que tem dificuldade para negociar a saída das sociedades com os pais, uma vez que as notificações formais só foram recebidas por eles no início de agosto. E que os pais estão dentro do prazo para as providências legais.

O advogado afirma que é Larissa quem se recusa a conversar com a mãe e sequer responde as mensagens do pai. Por fim, a defesa diz que os pais acreditam ser extremamente triste e lamentável a opção de Larissa pela ingratidão, pela indiferença e pelo desrespeito. E que a atriz é amada incondicionalmente.

Joe Improta