• 22 de June de 2022


Influenciadora Aline Borel, de 28 anos, é encontrada morta em Araruama, no Rio de Janeiro

A influenciadora digital Aline Borel morreu aos 28 anos em Araruama, na Região dos Lagos, do Rio de Janeiro. Ela foi encontrada, com marca de dois tiros no corpo, na última quinta-feira, dia 21, na Praia do Dentinho. A Polícia Civil está com as investigações em andamento.

“As investigações estão em andamento na 118ª DP (Araruama) para esclarecer as circunstâncias do caso. A perícia foi feita no local e constatada a presença de duas perfurações causadas por arma de fogo no corpo da vítima. Familiares foram ouvidos”, diz a nota, enviada ao Extra.

Ex-assessores lamentaram a notícia com posts nas redes sociais.

“Conheci a Aline, por um tempo a ajudamos a voltar para as redes sociais (nunca ganhamos nenhum dinheiro com isso, que fique claro). Ela era uma menina que queria voltar a sorrir na web e teve autorização da família, mas ela voltou a ter surtos. Ela tinha problemas psiquiátricos e era cuidada pelo CRAS. Por isso, a família decidiu que era melhor que ela ficasse offline e se dedicaram a cuidar dela. Mantivemos contato por um tempo e falamos com Aline algumas vezes, mas depois não tivemos mais notícias. Só sabíamos o que era divulgado por aí. E, infelizmente, essa notícia hoje… Não sei o motivo da morte, não sei como ela estava nos últimos tempos, mas sempre estivemos a disposição para ajudar com o necessário. Espero que a justiça seja feita e que Aline tenha o descanso merecido. Ela era muito gente boa”, escreveu Hellen Safra.

“Que deus conforte o coração dos seus familiares”, escreveu Pedro Henrique Guerra, outro assessor, tambémno Instagram.

Aline Borel caiu no gosto das redes sociais ao criar músicas bem humoradas, como “Eu vacilei, pô. Estou ciente” e “É cansativa a vida do crente”, e fazer vídeos. Passou a ilustrar memes, viu celebridades se renderem ao seu carisma e até participou de programas de TV.

A fluminense fazia tratamento psiquiátrico e psicológico e estava afastada das redes sociais desde que teve um surto e ficou 12 horas desaparecida, em 2019. A família achou melhor afastá-la da web como forma de tratar a saúde mental.

Joe Improta