• 24 de June de 2024


Governo de Elinaldo pode ter deixado de gerar 450 vagas de emprego, com empresas que não se instalaram em Camaçari

 Governo de Elinaldo pode ter deixado de gerar 450 vagas de emprego, com empresas que não se instalaram em Camaçari

Com a denúncia do prefeito de Mata de São João, Bira da Barraca (União Brasil), no último domingo (26), a prefeitura de Camaçari pode ter deixado de gerar diversas vagas de emprego para sua população.

Caso se confirme que a fábrica de água sanitária, Dragão, teve a intenção de instalar uma unidade no município industrial, sem ter sido atendida, pelo menos 300 postos de trabalho foram desprezados pelo governo de Elinaldo (100 vagas de empregos diretos, 50 vagas para construção e mais 150 vagas divididas entre Cata Nordeste e Big Bag).

Outro caso
:
Em 2021, a empresa a RedeMix tinha a intenção de implementar uma das suas lojas em Guarajuba, na orla de Camaçari. No entanto, o alvará de construção não foi liberado pela prefeitura. A assessoria da empresa chegou a informar publicamente que estava pronta pra construir a loja, à espera da liberação.

O investimento seria de R$ 20 milhões e a geração de 150 postos de trabalhos. Há mais de três anos, foi feito o Relatório de Impacto de Trânsito (RIT) e concedida pela prefeitura de Camaçari a AOP (Análise de Orientação Prévia).

Inicialmente, a Rede Mix daria como contrapartida a requalificação viária, com ampliação da pista e obras no canteiro central de Guarajuba, mas a prefeitura deu início a obra.

Joe Improta