• 5 de March de 2024


Cabeça do tráfico de Camaçari, Nana, morre após confronto com a polícia em condominio

 Cabeça do tráfico de Camaçari, Nana, morre após confronto com a polícia em condominio

A Polícia Civil de Alagoas localizou um dos líderes de uma das principais facções criminosas, conhecida como “Baralho do Crime”, que tem atuação em Camaçari, e ramificações em vários estados do Nordeste. O homem, de 33 anos, conhecido como Nana, estava morando em um condomínio de classe média em Arapiraca, no Agreste de Alagoas.

Durante cumprimento do mandado judicial contra ele, nesta sexta-feira (22), o líder criminoso resistiu à prisão e entrou em confronto com policiais civis. Ele não resistiu e morreu.

Ele teve a prisão preventiva decretada pela Vara do Júri e Execuções Penais da Comarca de Camaçari, na Bahia, por crimes de homicídio, mas também respondia por roubos e tráfico de drogas.

O criminoso, investigado pela polícia baiana, integrava o catálogo que reúne fotos dos bandidos mais procurados daquele estado, o “Baralho do Crime”.

Em 2019, outro integrante da facção criminosa foi preso em Maceió.

Joe Improta